Logotipo do Dia da Música

Ava Rocha

Alternativa, Experimental, Pop

Rio de Janeiro, RJ

Aceita tocar no próprio estado

Integrantes

  • Thomas Harres -
  • Marcos Campello -
  • Eduardo Manso -
  • Pedro Dantas -

Site do artista

Biografia

Cantora e cineasta, Ava Rocha lançou o álbum ‘Diurno’ em 2011 e, em março de 2015, lançou o elogiado ‘Ava Patrya Yndia Yracema’, produzido por Jonas Sá.
Participou de discos de artistas como Jards Macalé, Negro Leo e Gustavo Galo, entre outros, e projetos como ‘E Volto Pra Curtir’, ‘Mulheres de Péricles’ e o filme JARDS. Faz parte do Baile Primitivo, coletivo de arte político que entoa sambas de contestação social. Está entre as cantoras de destaque de sua geração. Artista performática e interdisciplinar, participou na Bienal do Mercosul com a obra sonora ‘Olorozui’. É VJ, iluminadora, fotógrafa, figurinista, desenhista, atriz, cozinheira. É também compositora e colaborou com a trilha sonora de filmes como "Transeunte" de Eryk Rocha e "Hysteria" de Evaldo Mocarzel, ambos os filmes montados por ela. No teatro cantou e atuou em "Os Sertoes - Luta 1" de Zé Celso Martinez Correia do Teatro Oficina, onde estreou em cena e onde também trabalhou como diretora de video, e realizou em Canudos, a próposito das apresentações da peça na cidade, o longa-metragem "Ardor Irresistivel". Em 2005 dirigiu o curta "Dramática" com Simone Spoladore, Vitor Ferreira e Cristiano Lima. Dirigiu recentemente os video-clipes de Iara Rennó, Lucas Santanna, Negro Leo, Anelis Assumpção, Fernando Temporão, Gustavo Galo, e os seus próprios clipes como "Filha da Ira" e "Você Não Vai Passar", onde se utiliza também de técnicas que incluem animações e colagens audiovisuais. Montou, editou o som e cantou em dezenas de filmes brasileiros. No momento além dos shows do novo disco, Ava já se apresenta com um novo projeto, Água Clara, Água Escura, ao lado de Cadu Tenório e Eduardo Manso.

No show Ava Patrya Yndia Yracema, seu nome de batismo, a cantora interpreta o repertório de seu novo disco, onde traz inéditas de sua autoria, de Negro Leo e Domenico Lancellotti, entre outros, e apresenta também algumas releituras. No palco ela é acompanhada por Thomas Harres (bateria), Eduardo Manso (guitarra e synths), Pedro Dantas (baixo) e Marcos Campello (guitarra).

Ver mais

Shows

Ainda não há shows confirmados ou em negociação

Ver mais

Playlist do artista

Auto das Bacantes

Você Não Vai Passar

Transeunte Coração

Beijo no Asfalto

Uma

Boca do Céu

Tão Tão

Mar ao Fundo

Ver mais
×

Baixe o aplicativo do DDM

Com o aplicativo do evento fica mais fácil de acompanhar os shows próximos a você.

Dúvidas/FAQ